FOLHAS DO SAGRADO

Pintura & Impressão
Acrílico sobre tela
2020/2021.

Cinco obras das trinta e três realizadas até Abril de 2021.

FOLHAS DO SAGRADO – toda folha é sagrada – é como denominei esta série em processo desde dezembro de 2020, data na qual eu já havia colocado em gráfica o livro “Entrelinhas – Formas & Cores”, no qual mostro a minha trajetória nas artes visuais até 2020. A primeira obra dessa nova série “Folhas” consta já nesse livro junto ao prefácio.

No momento do país onde o fogo provocado e o desmatamento acaba com florestas inteiras, populações indígenas, águas e bichos, surgiu a série.

Uma amiga, Tereza, que já partiu, sinsitiva, queridíssima, me disse há muito tempo, vinte anos, talvez mais, que havia algo com folhas em relação a mim. Talvez esse “algo” que surgiu em telas jogadas num canto seja o fio que sempre me ligou às arvores, rios e as florestas de Oxóssi, pois tenho comigo folhas de todos os lugares pelos quais passei, e, justo nessa hora de lamento pelas florestas, surgem, devagar e com felicidade essas obras. A Umbanda, seu rito de desenhos e pontos, os mais delicados e belos, tecidos com folhas e flores, prenhe de sentidos que não posso captar. Observo-os com admiração há oito anos e os tenho na memória; seguramente são também uma nascente dessas obras, já que elas vêm do que está latente, aguardando brotar e reverdecer.

Tenho a pretensão, pois vivemos o fim do mundo, de apresentá-las no lançamento do livro Entrelinhas.